domingo, 14 de maio de 2017

Coisas que nos dão ânimo....

http://www.ongsbrasil.com.br/default.asp?Pag=2&Destino=InstituicoesTemplate&CodigoInstituicao=13694

Pesquisando pelo site do Hospital São João no Google, deparei com este site que me deixou confiante que existe pessoas que pensam nas outras pessoas, e que dedicam parte de seu tempo para ajuda-las, peço aos que lerem esta postagem que visitem o site citado e de uma olhada na Associação de Caridade São João Nepomuceno - Hospital São João, e se tiver vontade de navegar por mares de instituições que trabalham por dignidade humana em São João Nepomuceno visitem outras entidades, com certeza você verá que exista sempre uma forma de ajudar a quem precisa. Um abraço, e lembremos sempre que para se ter raízes fortes e precisa rega constante.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Será que Ter é realmente importante?

Não Ter para não Perder... ---- Interessante essa escolha, mas na vida as vezes temos que tomar decisões que se olharmos bem não tem nenhuma lógica, mas no íntimo ela tem toda lógica e coerência que se possa querer numa atitude. Visto que é melhor não ter tudo que perder tudo, ter um pouco de calor, de comida, de carinho, de amor, de confiança, de esperança, de amizade, é muito melhor que não ter nada. A vida é um espaço de tempo em que nós nos limitamos quase sempre a valorizar o  ter coisas materiais, a ter riquezas que ficam e nos faz de certa forma eternos, riquezas como o carinho dado e recebido, do amor demonstrado a si mesmo e a quem está respirando o mesmo ar que nos mantém vivos. Ter nem que seja platonicamente um pouco de tudo que se sonha e deseja, o sabor das coisas, e não ter coisas que destroem a vida, que nos tortura e sufoca, que são as preocupações que insistem em atrapalhar a alegria do dia a dia, mas que se, ao irmos embora dela, da vida, não levaremos as belezas, as riquezas, porque então valorar preocupações, que elas se torturem e fiquem num nível bem insignificante do nosso ser, dando espaço grandioso para o que é bom para nosso ser, sempre tendo em mente que tem momentos que para se ter gotas de felicidades temos que perder toda plenitude desse desejo, pouco é melhor que nada, quando o que esperamos é ser feliz.

Um cantinho

Capela N.S.Aparecida
 São João Nepomuceno - MG
Existe um cantinho em minha cidade, que é um lugar que destoa de todos os outros lugares da mesma, este cantinho é amado por minha filha Maria Eduarda, onde ela ora, canta e aprende com jovens abençoados e ungidos a amar o próximo e a Deus, seguindo os ensinamentos e os exemplos de Jesus Cristo nosso Senhor. Este cantinho tem um nome forte que com certeza é abençoado por Deus, pois leva o nome de Seu Filho...CANTINHO COM JESUS. Onde as crianças vivem e nós adultos renovamos nossa vida, ouvindo as orações e as canções de louvor, os momentos de aflição e de preocupação ficam longe da nossa mente aliviando o peso das tristezas e incertezas da semana que finda. Deus abençoe estes jovens e que um dia minha filha possa ser um deles, mostrando a outras crianças o caminho, o caminho do Senhor Jesus Cristo.

terça-feira, 21 de junho de 2016

CONFUSÕES II

Confusões II

….Sonhar, pensar, desejar, é uma coisa que todos nós podermos fazer, temos plena liberdade para tanto, e me arrisco a afirmar que é a única e verdadeira liberdade, pois não inventaram ainda nenhuma geringonça que possa descobrir as entranhas dos nossos pensares, dos nossos quereres... e tomara que não inventem nunca, pois é de forma platônica que mais se tem prazer de todas as maneiras e de forma segura, não precisamos de nenhum tipo de proteção, seja ela de qualquer tipo for. No nosso íntimo, no interior do nosso eu, podemos tudo, sem nenhuma lei a ser obedecida, sem nenhum pudor, sem nenhum medo de ser flagrado por quem quer que seja. Não sei como seria se não tivéssemos o sentido da visão, pois sem conhecermos o belo, não saberíamos discernir o que é feio, o asqueroso o indesejado, felizes somos nós que podemos sonhar e sentir tudo de forma abstrata e íntima, sentindo tudo o que quisermos a todo e qualquer tempo, com toda e qualquer pessoa… sem ferir, sem ofender, sem causar mal algum, sem ser punido fisicamente por ninguém. A liberdade plena, a verdadeira liberdade, aquela que nós sonhamos, deixa de ser, se deixarmos sair do íntimo para o real, o dividido com todos, o coletivo, onde a liberdade é parcial, medida por leis, normas, costumes, tabus e uma infinidade de outras tábuas de brake que nos faz prisioneiros de alguma forma. A fronteira de poder tudo e a angústia de querer poder, é a mente, pois somente no interior de cada um, existe o espaço limpo, amplo para tudo, que como já relatei dá lugar a angústia, a ânsia que pode levar a loucura, se tentarmos ter o mesmo fora de nós mesmos, uma vez que nunca teremos a plenitude de tudo que sonhamos, pois é utópico achar que é possível. Limitemos a sermos felizes perante as leis e costumes, até estas e estes nos permitirem, e a ser plenamente felizes nas dimensões de nossos sonhos sem réguas ou esquadros que possam limita-las de qual modo for. A utopia é possível dentro de nós, em nosso universo interior, onde guardamos maravilhas, dores, arrependimentos, amores, alegrias e mesmo fazendo muito esforço para não guardar, guardamos também o lixo dos rancores, das mágoas que atrapalham e ocupam lugar de coisas que fermentam nossa vida fazendo-a crescer e valer a pena, tornando-a prazerosa e transcendente. Um resumo de tudo que menciono:
AME A SI MESMO PLENAMENTE… vai sobrar muito amor para todos que nos rodeiam.

terça-feira, 14 de junho de 2016

NÉVOA E VIDA

A Névoa  e a nossa Vida.

Hoje fiquei um tempo admirando a luta feroz entre a névoa e o sol, assisti o rei sol querendo tomar posse de seu reino forçando a claridade através do bombardeio de seus raios, mas a névoa da manhã resistia bravamente mesmo sabendo que seria vencida assim que o calor, outra arma do rei sol aumentasse com o passar das horas. Aí meditei fazendo uma analogia com a nossa vida, tem dia que são como as manhãs enevoadas, que acham que serão eternas, mas o tempo passa e com ele as névoas da manhã se dissipam assim como as névoas da nossa vida, que nada mais são que os problemas que são parte dela, assim como suas soluções. O brilho do sol é alegria comparada as nossas vitórias quando da solução de um problema, assim como é o maior prazer que Deus nos lega a cada dia ao nos dar o direito de vê-lo ao acordamos.
Nossa vida com tudo que nela há, problemas soluções alegrias tristezas, pobreza riqueza, amigos ou mesmo inimigos, enfim tudo na real concepção da palavra nada mais é que nevoa fria das manhãs, que acabam se esvaindo com o aumentar da calor do sol, no caso aqui o passar do tempo, o grande ferrugem dos nossos corpos. Mas, com toda certeza ser escolhido entre milhões para vir ser nevoa é uma graça que temos que sempre agradecer, pois é uma dádiva poder ver e testemunhar o mistério da vida sendo parte dele. Obrigado meu Deus.


sábado, 21 de maio de 2016

Uma pequena história....



UMA PEQUENA HISTÓRIA.....


...fui presidente do diretório municipal do PT em minha cidade, e em 2012 tivemos candidato a prefeito e a vereadores, não coligamos com ninguém, até porque só nos queriam para vice, ou seja para que engrossássemos as fileiras de cabos eleitorais deles, sendo os burros de carga e eles os donos da tropa (pra isto o PT não tem defeito algum!). Pois bem, registramos o valor máximo a se gastar para a campanha de prefeito em 30 mil reais e de vereador de 5 mil reais (Registro exigido por lei, que é o limite de gastos, não significa que tínhamos e iríamos gastar este valor).  Fizemos toda a campanha, visitamos 98% das residências urbanas e rurais da município, conhecemos lugares e pessoas que nunca imaginaríamos conhecer, tomamos café com algumas, recebemos abraços de outras, fomos criticados por outras, no fim nossa despesa total de campanha para prefeito ficou abaixo de 11 mil reais somando os valores em dinheiro e os estimados como se fosse.... as de vereadores não somaram nem a metade do previsto. Não fomos eleitos e nem elegemos nenhum vereador, mas todo sacrifício serviu como aprendizado, uma campanha não precisa de rios de dinheiro se o objetivo for apenas levar idéias ao povo, ainda mais hoje com a informática e a gama de softwares que existem a preços ínfimos de registro, qualquer um grava um spot para rádio em boa qualidade, basta ter boa vontade. Agora se a coisa é pagar para balançar bandeiras nas esquinas para cooptar famílias grandes de muitos votos para que se sintam honradas de ter um filho ou filha "trabalhando" para o candidato A ou B e neles votarem em gratidão, se for para a contratação "legal" na semana final da campanha seguindo a mesma lógica das bandeiras, de dezenas de pessoas para fazer número nas caminhadas, bancar churrascos, cervejadas camufladas de festas de aniversário e ou outra qualquer, aí fica difícil competir sem grana.... MAS A JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA TUDO.... e age desde que haja denuncia de qualquer cidadão, ou seja o crime eleitoral pode estar acontecendo dentro do cartório eleitoral, se não houver uma denúncia, ela, JE não pode fazer nada, ela tem que ser provocada..... foi assim que me ensinaram.... e assim caminha nosso Brasil...e nossa adolescente democracia. Vejamos,o candidato que menos gastou além de nós gastou mais de 30 mil reais e também não foi eleito, não rodou todos os distritos como nós rodamos.... aí dá para pensar. Como um candidato a deputado recebe mais de 2 milhões em doações, será simplesmente porque ele é sincero e simpático.... será que não tem nada em troca.... quando saímos sós em campanha tinha comigo que a derrota era inevitável mas se a vitória impossível viesse, não deveríamos favores a ninguém, iríamos governar sem ter que pagar favor a ninguém, seria só para os eleitores o povo....mas.... utopia é coisa sinônima a sonho. Que a cada de dia que passa mais me convenço disto, o honestidade e honradez passa longe quando existem interesses menores a serem atingidos, interesses estes os pessoais em detrimento do coletivo, visto que a coisa é pública e não privada, e muitos a faz de privada.... só que sempre cabe ao povo puxar a descarga.... Mas, como disse que iria contar um pequena história, vou contar o fato que ocorreu no Distrito de Carlos Alves, quando um eleitor humilde que estava num botequim veio ao meu encontro, quando eu estava com meus companheiros em campanha, e me ofereceu para pagar um refrigerante, numa viagem na contramão de tudo que ocorre numa campanha eleitoral, disse a ele o normal e esperado é você chegar a mim pedindo que lhe pague algo, ou até mesmo eu chegar a você me oferecendo para pagar algo como é praxe "legal" em campanha. Recebi como resposta, você não vai aceitar porque não é você que está pagando???? Agradeci e segui meu caminho explicando a ele que não deveria se deixar levar nem por simpatia nem por valores... seu voto é sagrado, se ele entendeu não sei, pelo menos tentei explicar. 

CONFUSÕES 1

Confusões Primeira Parte....

Vida, no seu princípio já é uma confusão, visto que nós humanos dependemos de outros para  sobrevivermos, e pelo menos termos o direito de pensar e escrever uma besteira desta … mas mesmo que possamos achar besteira é interessante pararmos e analisarmos o que importa ou  não, o que acrescenta alegria e felicidade à nossa vida. Quanta coisa que sabemos que somará doses altas de alegria e felicidade, mas os costumes, a moral, o respeito, as leis, tudo coisa inventada pelo homem para frear o homem, esta afirmação cabe aos dois, homem e mulher. Quanta coisa podemos fazer que por um monte de senões, não devemos fazer, e com isso a vida se esvai e fica pra trás um monte de sonhos não realizados que poderiam se-lo. Lendo a obra O ANTICRISTO, de Nietzsche, em suas primeiras páginas o filósofo faz menção ao não atingimento de objetivos por motivos abstratos, como moral, ética e religião. A forma maior de condenação é a alta condenação, explico, se temos um começo que é um mistério, e a cada segundo, seja nele fazendo o bem ou o mal, ou mesmo não fazendo nada, caminhamos para outro mistério que é o fim do caminho, que é inesperado e raramente desejado, a morte. Então por que não ser  feliz, sem culpa sem se arrepender do ato que foi cometido em troca de alegria e satisfação do desejo  , sem alto cobrança, sem peso na consciência por causa das negativas criadas por homens e mulheres para nos tolher e deixar no tempo o que poderia ser arquivado no coração como sentimento bom e feliz. Desejos não saciados  que vão com a gente para o túmulo, e fico meditando, quantos já não foram enterrados, cremados, apodrecidos e devorados, sem viver sonhos desejados, palpáveis e realizáveis, mas por causa do “mas” não o fizeram…. Quantos sonhos, quantos desejos, quantas vontades foram sufocadas causando um vazio no peito por saber que o que foi nunca mais será… mesmo que forcemos muito para fazer parecer o que era e não é mais… Vida, interessante pensar sobre ela, escrever sobre suas curvas e retas, suas alegrias e frustrações, e por mais que tentamos entender a beleza da incerteza que ela é, mais queremos viver, cada sonho, cada carinho, cada reconhecimento, cada ação em prol do outro, cada doação, cada minuto empregado no sentido a felicidade própria e de outrem, cada segundo gasto num suspiro profundo de ar puro da manhã ao nascer de um novo dia…. Mesmo tendo, aqui sim, a única certeza dela… seu fim,  fim de tudo que era compartilhado com quem continua a caminhada depois que findamos a nossa.Se o início nosso, é o nascimento, o fim, é a morte, o meio, tem que ser alguma coisa, e se eu puder definir, eu defino como o intervalo para ser feliz. E por isto todas as confusões tem que serem vividas com alegria e com uma perfeita sincronia com a lógica, nascer, ser feliz e morrer…. Visto que não levaremos nada, mesmo os sonhos, desejos e vontades serão tomados da gente no ato do último suspiro… e ficarão para outros tentarem alcança-los até que novamente são deixados neste plano. A grande verdade da vida é a certeza que seu enredo é o mesmo sempre em todas as estadas nossa por aqui, por mais que a queiramos plena ela sempre estará incompleta com a falta de algumas laudas no final, como o filme bom que sempre acaba deixando a quem o assiste um vácuo, desejando que este continuasse indefinidamente, mas não é assim e entre frustração e frustração  fica fixa a triste constatação… vida mistério inacabado sempre.